Quarta-feira, 07.07.10

As esperanças desiludem

 

Modo off.
Desligo do mundo, parto para outra, sigo as minhas vontades e vivo ao sabor do vento. Não me importa se é tarde ou se é cedo, não me importa o que fazer amanhã, porque ainda tenho algumas horas do dia de hoje.
Desligo do mundo, parto para outra, não quero saber de escola, de pessoas, de stress e confusões. Não me importa que o autocarro esteja atrasado e que o teste esteja à porta.
Desligo do mundo, parto para outra, acabaram-se os trabalhos e os testes. Não me importa mais nada, só o sol, o mar, e aquelas pessoas que tiveram de ficar um pouco mais ausentes nas alturas críticas em que me enfiava em casa e estudar.
Desligo do mundo, parto para outra, porque as cadeiras estão todas feitas e só falta saber uma nota. Não me importa que seja só uma porque tenho esperanças, a esperança é forte de que as férias já chegaram.
Desligo do mundo, volto atrás. As esperanças desiludem-nos e a nota vem para nos estragar os planos.
Quando a motivação é pouca, a vontade inexistente, a cabeça já não trabalha, o corpo não reage, o que fazer?

 

Sábado, 13.03.10

#Un

 

Às vezes penso:

Como seria tomar café com um completo estranho e fumar uns cigarros entre dois dedos de conversa?

 

Quinta-feira, 11.02.10

Un jour, à un moment - Um dia de cada vez

 

 

Nunca pensaste se estarias a perder alguma coisa? 

Afinal de contas, são três anos da tua vida, não conheces mais nada, não estiveste com mais ninguém...

 

Para ser honesto, já. Acho normal que isso nos passe pela cabeça, não por perder alguma coisa mas se é isto que realmente quero para mim porque vemos o tempo a passar e continuamos "presos". 

 

E é isto que realmente queres?

 

Sim, para já sim. Gosto de viver um dia de cada vez.

 

Image: deviantart

 

 

Anne Marie

C'est l'histoire de ma vie, racontée dans des mots qui sont le sommeil en vrac

É a história da minha vida, contada em palavras que fazem adormecer

mail

m.mariamica@sapo.pt

vieux

amis

blogs SAPO