Quinta-feira, 22.04.10

Regresso:

à vida;
ao caos da faculdade, trabalhos, testes...;
aos cigarros no terraço;
aos cafés que duram 3 horas;
aos almoços que duram uma tarde;
às conversas de merda;
aos sorrisos;
às tardes nas esplanadas;
às noites nas festas;
às aulas de condução;
ao blog.

 

Regresso ao Porto, amanhã.
Regresso à felicidade que não quero mais perder!

 

Aqui fica o meu regresso :)

 

Domingo, 18.04.10
Domingo, 11.04.10

O espaço num tempo

Por mais que queiramos o tal espaço, é inevitável invadirmos o mundo um do outro. Abrimos bruscamente a porta e entramos de rompante, sem pedir permissão, como se nada se passasse e nada tivesse acontecido. Como se nos conhecêssemos ao tempo a que nos conhecemos, como se tudo fosse igual, como se fôssemos iguais.

O tempo era imprescindível. E o espaço do tempo... Esse não é fundamental?
Então porquê? Para quê?

Deveria existir espaço, deveria existir silêncio e deveria existir vazio.

Mas o espaço ainda não existe, o silêncio é sempre interrompido, e o vazio é preenchido de vez em quando.

O suposto era sofrer, passar por tudo isso. E tudo isso existiu apenas durante umas míseras 24 horas.

Depois, confundo-me com o espaço que me pediu. Confunde-me com trocas de palavras fundamentais ao rumo das nossas vidas. O tempo e o espaço são fulcrais, imprescindíveis, extremamente necessários. Então porque não existem? Quem deve tomar iniciativa? Quem consegue tomar a iniciativa?


Segunda-feira, 05.04.10

Vi escrito não sei onde

"A saudade faz lembrar que o passado valeu a pena.


Anne Marie

C'est l'histoire de ma vie, racontée dans des mots qui sont le sommeil en vrac

É a história da minha vida, contada em palavras que fazem adormecer

aujourd'hui, je

mail

m.mariamica@sapo.pt

vieux

amis

visiteurs

blogs SAPO